Legislativas 2015: Propostas e Lacunas

Lemos os programas eleitorais dos partidos com assento parlamentar (PSD-CDS, PS, PCP-PEV, BE) e do L/TdA,* com foco sobre impactos nas emissões e adaptação às alterações climáticas. Com poucas exceções, encontrámos propostas vagas, pouco ambiciosas, e negligentes face à urgência do problema. Da nossa insatisfação e indignação resultou o email abaixo. Caso concordes, podes copiar o texto e enviá-lo para um ou mais partidos, através dos endereços:

PSD-CDS – geral@portugalafrente.pt
PS – Formulário de contacto
CDU – Formulário de contacto
BE – bloco.esquerda@bloco.org
L/TdA – info@livrept.net


À equipa de elaboração do programa eleitoral,

Constato com desapontamento que a vossa agenda programática revela um desconhecimento fundamental sobre ciência climática.

Sendo o aquecimento global e suas consequências materiais e sociais um dos problemas mais fundamentais e urgentes do nosso tempo, considero meu dever cidadão corrigir esta situação lamentável, contribuindo modestamente para a educação da vossa equipa.

Sugiro encarecidamente que atentem nos seguintes factos:

  •  Na ausência de uma redução drástica das emissões de gases de efeito de estufa, as previsões do IPCC (Intergovernmental Panel on Climate Change) apontam para um aumento global da temperatura terrestre entre os 4ºC e os 6ºC até ao final do século;
  • Os efeitos das alterações climáticas já se fazem sentir em todo o mundo, sob a forma de ondas de calor, eventos meteorológicos extremos, secas e inundações, fogos florestais, perda de biodiversidade e subida do nível do mar;
  • Qualquer subida acima dos 2ºC causará alterações súbitas e perigosas o suficiente para ameaçar a segurança, saúde e provisão de recursos básicos à população; e para ficar aquém dos 2ºC de aumento, será necessária  uma redução drástica das emissões;
  • A região da bacia Mediterrânica será das mais afetadas do planeta.

As alterações climáticas implicam de forma fundamental e indissociável questões de desenvolvimento económico, desigualdades e justiça social, afetando as esferas sociais de ação política como um todo. Contudo, o vosso programa carece de metas suficientemente claras, ambiciosas e vinculativas de redução das emissões.

Será fundamental e urgente garantirem a formação contínua da vossa equipa nas bases científicas essenciais sobre esta matéria.

 

Agradeço desde já a atenção dispensada

 


Para acederes ao resumo das propostas programáticas de cada partido sobre emissões e adaptação climática, clica nos links abaixo:

PSD-CDS          PS           CDU          BE          L/TdA

election online banner

* Nota: no nosso projecto “Legislativas 2015 e a Justiça Climática”, analisámos os programas eleitorais do PaF, PS, BE, CDU e L/TdA, o que, em Junho, nos pareceu ser uma opção razoável, dadas as sondagens da altura. No entanto, os resultados eleitorais mostraram que essa opção foi um erro. Devíamos, em vez disso, ou ter excluído o programa do L/TdA em virtude dos limitados recursos humanos disponíveis; ou incluído os programas do PAN, PDR e PCTP/MRPP na nossa análise.
Advertisements