O Acordo de Paris

justica climatica

Em momentos difíceis, esperamos de uma conferência internacional que tome decisões corajosas e visionárias. Não foi o caso na COP 21, com um acordo muito abaixo da mudança de rumo exigida. Ao Estado de urgência climático, o acordo de Paris contrapõe uma manta de retalhos constituída pela soma dos egoísmos nacionais, tanto em matéria de financiamentos como em objectivos de redução de emissões. Há que não esquecer o essencial: o acordo de Paris confirma um aquecimento climático superior a 3ºC, sem se dotar de dispositivos para voltar à trajectória de 1,5ºC ou mesmo 2ºC.

This post looks at the results of the Paris climate talks, and says what the climate movement and the social movements need to do next, how climate jobs fit into that, and what you can do to help build a campaign for climate jobs in your country.

Este acordo apaga as perspectivas de justiça climática, mitigação eficaz de emissões, conseguir manter a temperatura do planeta em segurança, compensar as populações e os países mais frágeis pelos efeitos já em marcha e pelo seu agravamento.

Today, after two weeks of tortuous negotiations – well, 21 years, really – governments announced the Paris Agreement. This brand new climate deal will kick in in 2020. But is it really as ‘ambitious’ as the French government is claiming?

Advertisements