Encontro Nacional pela Justiça Climática – Sessões paralelas

No segundo dia do Encontro Nacional pela Justiça Climática (dia 9 de abril, sábado), no Instituto de Ciências Sociais em Lisboa, haverá várias sessões de trabalho. Programa detalhado abaixo.

10h00 Plenário: Introdução do encontro e das sessões paralelas

Nota: Neste plenário, podem propor outras oficinas ou conversas para serem realizadas às 15h00 (sessões paralelas #3).

10h30 – 11h50 Sessões paralelas #1

  • Apresentação: Tribunal Monsanto
  • Trabalho e Clima

12h00 – 13h30 Sessões paralelas #2

  • Comércio Internacional v. Justiça climática
  • Anti-extractivismo

13h30 Almoço

15h00 – 16h00 Sessões paralelas #3 / Bancas

16h00 Plenário final: Apresentação das conclusões das sessões, balanço e futuro

encontro nacional

10h30 – 11h50 Sessão #1

Apresentação Tribunal Monsanto

logo_Monsanto-TribunalO tribunal MONSANTO, que se irá realizar em Haia entre 12 e 16 de outubro de 2016, visa avaliar as alegações feitas contra a MONSANTO, bem como os danos causados por esta empresa transnacional.

Iremos apresentar o Tribunal MONSANTO, datas futuras de mobilização e ideias de mobilização cidadã em Portugal.

http://www.monsanto-tribunalp.org/

Trabalho e Clima

climate-jobs-leaflet-20111A crise climática, o desemprego e a precariedade exigem uma resposta popular radical. Necessitamos urgentemente de alianças transversais que respondam às diferentes prioridades da população, para construirmos um movimento de base capaz de desafiar o sistema socioeconómico como um todo.

Como articular questões de trabalho e de justiça climática numa luta conjunta? A campanha pelos empregos climáticos é uma das respostas dos movimentos sociais internacionais a esta questão.

Nesta sessão iremos discutir que ações e iniciativas podemos desenvolver para combater as alterações climáticas em conjunto com as injustiças sociais.

https://climaximo.wordpress.com/empregos-climaticos/

12h00 – 13h30 Sessão #2

Comércio Internacional v. Justiça climática

S-ljMqzZ_400x400A oficina proposta pretende proporcionar uma vista panorâmica de relação entre comércio internacional e justiça climática desde a década de 60 de séc. XX até o momento.

Pretende explicar como chegámos até aqui, e o que nos é proposto neste momento em matéria de comércio. Iremos analisar o caso português e debruçarmo-nos sobre as alternativas possíveis ao modelo económico proposto.

Home

Anti-extractivismo

extractionNos últimos meses muitas vozes se levantaram contra a exploração de petróleo e gás em Portugal e vários passes de resistência e luta foram dados contra a indústria extractivista e o greenwashing.

Como construir um movimento nacional de luta e oposição ao investimento nos combustíveis fósseis? Como acelerar uma transição justa para energias renováveis, garantindo um futuro para todos? Como enfrentar a indústria energética?

Nesta sessão iremos discutir a organização de uma acampada e a criação de uma rede de emergência, bem como outras propostas de luta contra o extractivismo trazidas pelos participantes.

15h00 – 16h00 Sessão #3

Oficina: Open Space

Brainstorming sobre justiça climática em Portugal.

Mais info sobre Open Space: http://openspaceworld.org/wp2/

Advertisements