100 mil Empregos para o Clima

100k-empregos

É possível!

A campanha Empregos para o Clima defende a criação massiva de novos postos de trabalho no setor público em setores-chave para reduzir as emissões de gases de efeito de estufa. Achamos que a luta pela justiça social e o combate às alterações climáticas estão interligadas, por isso a nossa proposta responde ao mesmo tempo ao aquecimento global, ao desemprego e à precariedade.

Nos últimos meses estivemos envolvido num estudo, para definir os esboços das reivindicações da campanha. As nossas estimativas preliminares estão prontas: Empregos decentes e estáveis em energias renováveis, transportes públicos, eficiência energética, agricultura e florestação podem transformar o país inteiro e podem colocar-nos num caminho sustentável.

Estimamos que 100 mil novos postos de trabalho podem cortar as emissões de gases de efeito de estufam em 60-70% num período de 15 anos.

Na verdade, as nossas estimativas são que podemos (e devemos) garantir emprego e requalificação para todos os trabalhadores nos setores poluentes, e depois disto podemos ainda ter mais 100 mil novos empregos!

A nossa pesquisa e investigação, com colaboração de vários activistas e também com especialistas, está a continuar. Brevemente vamos divulgar os resultados detalhados num novo livrete.

A campanha neste momento tem apoio do Climáximo, Coletivo Clima, CGTP-IN, GAIA e Precários Inflexíveis, e convidamos todas as organizações e indivíduos a participar nesta luta por um mundo melhor.

Mais sobre a campanha: http://www.empregos-clima.pt/
Como participar: http://www.empregos-clima.pt/#index-head-services2
O livrete da campanha: http://www.empregos-clima.pt/livrete-da-campanha-em-portugal/

Advertisements