25% das candidaturas às câmaras municipais do litoral português comprometeram-se com o combate à prospeção e exploração de petróleo e gás

COMUNICADO DE IMPRENSA

25% das candidaturas às câmaras municipais do litoral português comprometeram-se até ao momento com o combate à prospeção e exploração de petróleo e gás em Portugal

A campanha Autarquias Livres de Petróleo e Gás apresentou este sábado os resultados obtidos até dia 23 de Setembro. 81 cabeças de lista de candidaturas às câmaras municipais desde Matosinhos até Vila Real de Santo António comprometeram-se a fazer tudo para que os seus municípios sejam Zonas Livres de Petróleo e Gás, travando as concessões de prospecção e exploração de petróleo e gás em Portugal.

Esta campanha, que reúne 18 organizações locais e nacionais, contactou durante os últimos meses 261 candidaturas de vários partidos em 58 municípios afetados pelas concessões de exploração de petróleo e gás. Dificuldades de obtenção de contactos junto da Comissão Nacional de Eleições, câmaras municipais e tribunais levaram a que algumas candidaturas nestes municípios não tivessem sido contactadas. Contudo, a campanha conseguiu contactar mais de 80% dos/das candidatos/as.

Os resultados, a uma semana do ato eleitoral de 1 de Outubro, são 81 compromissos assinados em 44 municípios, representando 10 partidos políticos. Estes compromissos representam 25% de todas as candidaturas e 28% de todas as candidaturas contactadas. A ausência de qualquer compromisso assinado nos municípios de Alvaiázere, Ansião, Batalha, Cantanhede, Espinho, Lourinhã, Mira, Monchique, Murtosa, Ourém, Peniche, Porto de Mós, São Brás de Alportel e Soure, assim como a ausência de qualquer compromisso por parte de cabeças de lista da CDU são os sinais mais preocupantes obtidos até ao momento. A campanha continuará a receber compromissos através do email info@autarquiaslivresdepetroleo.pt até à véspera do processo eleitoral, atualizando o mapa com a máxima brevidade possível.

A campanha avalia os resultados obtidos e expressos no mapa (pode ser consultado em autarquiaslivresdepetroleo.pt) como úteis aos eleitores preocupados com a exploração de petróleo e gás em Portugal.

As organizações envolvidas nesta campanha comprometem-se a continuar luta contra a exploração petrolífera em Portugal até todos os contratos no país terem sido cancelados e se realizar o necessário processo de descarbonização total da economia portuguesa.

*

Fotos da Apresentação

Advertisements