Palestra Pública sobre alterações climáticas na e à GALP: Wrap-up

No dia 18 de maio, tentámos explicar à GALP que existem alterações climáticas. Eles ouviram que íamos sensibiliza-los, por isso chamaram a polícia para barrar a entrada da ciência à empresa. Gil Penha-Lopes da Faculdade de Ciências de Lisboa deu a sua aula nas escadarias da sede.

Achamos que os alunos reais – gestores da GALP – que não podiam assistir esta palestra devem ter uma oportunidade. Por isso, filmamos tudo:

 https://www.facebook.com/plugins/video.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fclimaximolisboa%2Fvideos%2F2034224446832810%2F&show_text=0&width=267

O Ministro dos Negócios Estrangeiros afirmou que pretendem “honrar os compromissos contratais”. Enquanto eles querem honrar o capitalismo e as corporações, nós temos de levantar-nos para honrar o planeta.

Inscreve-te ao newsletter da campanha Parar o Furo e junta-te à luta por um Portugal livre de petróleo e gás: http://www.pararofuro.pt


Algumas das notícias sobre a palestra

COMUNICADO: Climáximo vai dar aula de alterações climáticas à sede da GALP

COMUNICADO DE IMPRENSA

Climáximo vai dar aula de alterações climáticas

à sede da GALP na próxima 6ªfeira, 18 de Maio, às 18h

O Climáximo, movimento pela justiça climática que luta contra a exploração de petróleo e gás, organiza uma palestra aberta sobre alterações climáticas, na próxima 6ª feira, às 18h, na sede da GALP em Lisboa. O professor Gil Penha-Lopes, da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e do Programa Doutoral em Alterações Climáticas e Políticas de Desenvolvimento Sustentável será o palestrante principal para ajudar as petrolíferas a fazer as contas acerca de emissões de gases com efeito de estufa e alterações climáticas.

teachinfinal.001

Na próxima 6ª feira, às 18h, na GALP Energia, Rua Tomás da Fonseca, Torre C, 1600-209 Lisboa, ocorrerá a palestra. Em causa a total incoerência demonstrada pela petrolífera GALP e a outra concessionária, a italiana ENI, em insistir em fazer um furo de petróleo ao largo de Aljezur, apesar de hoje se saber amplamente que as infraestruturas petrolíferas e de gás que já existem serem mais do que suficientes para romper a barreira do aumento de 2ºC de temperatura média global e detonar qualquer hipótese evitar ultrapassar o ponto sem retorno das alterações climáticas.

Se a GALP não entende a crise climática ou tenta ignorá-la, nós não deixaremos que o faça. E porque a educação é impagável, para guiar esta palestra convidámos o professor Gil Penha-Lopes, biólogo marinho e investigador principal na Faculdade de Ciências, ex-coordenador do grupo de investigação Climate Change Impacts, Adaptation and Modelling (CCIAM), professor e membro da Comissão Científica do Programa Doutoral em Alterações Climáticas e Políticas de Desenvolvimento Sustentável.

A palestra será pública e gratuita, com ponto de encontro marcado frente à sede da GALP às 18h da próxima 6ª feira. Convidamos todas as pessoas interessadas em conhecer melhor este assunto ou em incentivar a GALP a conhecê-lo a estarem presentes.

*

Mais informações:
Climáximo: www.climaximo.pt
Campanha “Parar o Furo” : www.pararofuro.pt

Palestra Pública na Galp sobre as Alterações climáticas

teachinfinal.001

Fotos e vídeos da palestra aqui.


As petrolíferas ENI e GALP querem fazer um furo de petróleo ao largo de Aljezur. Mas as infra-estruturas existentes são mais que suficientes para ultrapassar o ponto sem retorno das alterações climáticas.*

Será que ENI e GALP não sabem fazer contas? Duvidamos… Mas se calhar não sabem é sobre a crise climática.

Então, vamos ensiná-los que as alterações climáticas existem.

Gil Penha-Lopes, professor do programa doutoral em Alterações Climáticas do Instituto de Ciências Sociais e também da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, aceitou dar uma palestra aberta na sede da GALP, em Lisboa.

Se a GALP não percebeu a crise climática, então deve ter tentado muito ignorá-la. Por isso, imaginamos que a GALP irá resistir à educação e à ciência.

Então, precisamos da tua ajuda.

No dia 18 de maio, às 18h00, vamos tod@s à GALP para esta palestra aberta sobre o clima.

Junta-te a nós para conseguirmos sensibilizá-los ao máximo possível.

Ponto de Encontro: GALP Energia (Rua Tomás da Fonseca, Torre C, 1600-209, Lisboa)

Autocarros:

701: Campo Grande (metro) – Campo Ourique (Paragem: R. Tomás da Fonseca)
726: Sapadores – Pontinha centro (Paragem: Estr. Luz / R. Soeiros)
750: Estação Oriente – Algés (Paragem: Av. Norton Matos (Torres Lisboa))
764: Cidade Universitária – Damaia Cima (Paragem: Estr. Luz / R. Soeiros)
768: Cidade Universitária – Q.ta Alcoutins (Paragem: Estr. Luz / R. Soeiros)