Relatório da Campanha Empregos para o Clima

Temos de travar as alterações climáticas e temos de o fazer agora. Para isso vão ser precisos 150 milhões de novos empregos a nível mundial, com a duração de pelo menos duas décadas.

Atualmente existem campanhas em vários países que lutam por programas governamentais massivos de criação de empregos para o clima. Muitos começaram com o apoio de sindicatos, e trabalham para construir alianças com organizações ambientais, ONGs e organizações religiosas. Em Portugal, a campanha começou em 2015.

Esta publicação explica de forma sucinta o que são empregos para o clima, quais os seus objetivos, e as reivindicações específicas da campanha em Portugal: que empregos, em que setores, que cortes de emissões, e como podem ser financiados. Por fim, explica como podemos ganhar e como as pessoas se podem envolver nesta luta. A versão corrente deste relatório reivindica a criação direta de 100.000 novos empregos no setor público, para cortar as emissões em 60-70% em 15 anos.

Este é um trabalho em progresso. À medida que o movimento vai crescendo, novos dados e estudos vão sendo incluídos em versões melhoradas e atualizadas deste relatório.

Relatório mais recente aqui: 100.000 Empregos para o Clima

Para saberes mais ou participares nesta luta, visita o site da campanha em Portugal!

Advertisements