Livrete da Campanha pelos Empregos Climáticos

Temos de travar as alterações climáticas e temos de o fazer agora. Para isso vão ser precisos 150 milhões de novos empregos a nível mundial, com a duração de pelo menos 20 anos.

Atualmente existem campanhas em vários países que lutam por programas governamentais massivos de criação de empregos climáticos. A maioria começou com o apoio de sindicatos e todos estão a tentar construir uma aliança entre sindicatos, organizações ambientalistas, ONGs e organizações religiosas.

A primeira parte desta publicação explica de forma sucinta a ideia dos empregos climáticos, tal como é apresentada no livrete “Global Climate Jobs”. A segunda parte analisa e explica o contexto português em traços gerais, nomeadamente em relação ao clima, ao emprego, e às políticas no domínio das alterações climáticas.

Este é um trabalho em progresso. À medida que o movimento for crescendo, novos dados e estudos serão incluídos em versões melhoradas deste livrete.

Livrete disponível aqui:
Empregos Climáticos em Portugal
Advertisements